História da Copa do Mundo de Futebol Feminino

História da Copa do Mundo de Futebol Feminino

A primeira edição da copa do mundo de futebol feminino, ocorreu no ano de 1991, cerca de 60 anos depois do início da copa de futebol masculina. A primeira vencedora foi a seleção dos EUA, país com o maior número de títulos, tendo quatro títulos no campeonato em sua história.

As primeiras copas não oficiais

A primeira versão da copa do mundo de futebol feminino, foi realizada em julho de 1970, na Itália. Sem chancela da Fifa, a competição recebeu o nome de seu patrocinador: Martini Rosso Cup. Com participação de 7 países Inglaterra, Dinamarca, Alemanha, México, Itália, Áustria e Suíça, a Copa do Mundo de futebol feminino de 1970 foi vencida pela Dinamarca. Um ano depois, um novo mundial feminino foi disputado. O torneio, realizado no México, contou com 6 participantes: México, Argentina, Inglaterra, Dinamarca, França e Itália. Novamente, a seleção dinamarquesa foi campeã. Somente em 1988, a Fifa encabeçou um movimento para a criação da própria Copa do Mundo de futebol feminino. Em um evento realizado na China, com o objetivo de analisar a viabilidade de um mundial entre mulheres, 12 países manifestaram interesse em participar.
copa do mundo de futebol feminino

Primeira Copa FIFA 1991: China

Após o evento teste, a FIFA decidiu realizar de forma oficial a primeira copa do mundo de futebol feminino da história. Com 12 seleções, o evento foi realizado na China em 1991. Dividido em três grupos com 4 equipes cada e classificaram as melhores equipes de cada grupo. Nossa seleção brasileira infelizmente ficou na primeiras fase, enquanto os Estados Unidos foi o primeiro a conquistar a primeiras copa do mundo feminina da história, derrotando por 2×1 a seleção da Noruega diante de um público de 63 mil espectadores, no Tianhe Stadium em Guangzhou. Além do título, a artilheira e a melhor jogadora da competição também foram americanas. Michelle Akers marcou 10 gols no torneio e a melhor jogadora do Mundial foi Carin Jennings. A Noruega foi vice-campeã e a Suécia ficou em terceiro lugar.
copa do mundo de futebol feminino

Copa do Mundo de 1995: Suécia

A sede da segunda copa do mundo de futebol feminino da história, iria ocorrer na Bulgária. Porém de última hora foi mudada para a Suécia. Ainda com 12 equipes, o torneio foi mais organizado e as atletas foram mais preparadas. O Brasil novamente foi eliminado na fase de grupos, venceu o primeiro jogo contra as donas da casa, nos jogos seguintes perdeu para o Japão e Alemanha. A mesma Alemanha foi até a final, onde perdeu para a Noruega por 2 a 0. Além do título, a chuteira de ouro ficou com a Norueguesa Ann-Kristin Aarønes a melhor jogadora do torneio foi Hege Riise
copa do mundo de futebol feminino

Copa do Mundo de 1999: Estados Unidos

A terceira copa do mundo de futebol feminino da história, foi realizada na casa da maior seleção feminina, nos Estados Unidos. Foi a primeira copa com 16 participantes, pois nas primeiras foram apenas 12. Os grupos foram divididos em quatro e com quatro equipes em cada grupo. Essa foi a primeira copa que o Brasil se destacou, com Sissi, Pretinha e companhia, o Brasil chegou ao terceiro lugar da competição e teve Sissi como a principal jogadora da competição e a artilheira. As americanas fizeram uma campanha impecável e conquistaram sua segunda copa do mundo contra a China. Depois dos 90 minutos de um jogo disputado, o placar continuava 0 a 0 e continuou assim também na prorrogação, levando o jogo para os pênaltis. Depois que a goleira Briana Scurry agarrou o terceiro pênalti batido pelas chinesas, o placar estava 4 a 4, restando apenas Brandi Chastain para fazer sua cobrança. Ela marcou e venceu o jogo para a seleção americana. Chastain, num gesto que se tornou mundialmente famoso, se ajoelhou, retirando sua camisa e balançando no ar em celebração. Comemorando apenas com seu sutiã esportivo, uma imagem que acabou sendo capa da Sports Illustrated e de muitos outros jornais e revistas nos Estados Unidos e ao redor do mundo. Essa vitória incentivou muitas garotas a quererem jogar futebol.
copa do mundo de futebol feminino

Copa do Mundo 2003: Estados Unidos

Novamente sendo disputada nos Estados Unidos, a copa do mundo de 2003, contou novamente com 16 equipes, assim como em 1999. Essa copa marcou a estréia da Marta, onde já chamou a atenção de todos na competição. A seleção brasileira fez uma excelente campanha na fase de grupos, porém nas quartas foram eliminadas pela Suécia, perdendo por 2 a 1. A mesma Suécia que chegou até a final, porém foram derrotadas pelas Alemãs, a qual se tornou campeã daquela edição. O destaque da seleção alemã era a Birgit Prinz, foi a artilheira da copa e melhor do mundo daquele ano.
copa do mundo de futebol feminino

Copa do Mundo 2007: China

Em 2007 a copa voltou a China, onde foi realizada a primeira copa do mundo da história. Ainda com 16 equipes, como nas edições anteriores, mas o que marcou nesta copa, além do Tufão Wipha que fez adiar alguns jogos, foi a premiação que a FIFA pagou a seleções, pela primeira vez na história. Campeão: US$1.000.000 Vice-campeão:US$800.000 Terceiro lugar: US$650.000 Quarto lugar: US$550.000 Quartas de final: US$300.000 Fase de grupos: US$200.000 As meninas da seleção brasileira fizeram a melhor copa da história, não só por ter chegado na final, mas sim pelo campanha impecável, vencendo todos os jogos, goleando nossa algoz por 4 a 0 pela semifinal. Porém na final, pegamos a Alemanha e infelizmente acabamos perdendo por 2 a 0. Essa foi a copa em que a Marta brilhou, com golaços, lindas jogadas, foi a artilheira e a melhor jogadora da competição.
copa do mundo de futebol feminino

Copa do Mundo 2011: Alemanha

Após serem campeãs em 2007, a Alemanha sediou a copa de 2011. A princípio a ideia seria fazer a competição com 24 equipes, porém a FIFA decidiu manter as 16 seleções. A sensação dessa copa foi a Guiné Equatorial, antes da copa a seleção tinha duas “jogadoras” que eram irmãs, mas na verdade não eram irmãs e sim irmãos. O técnico brasileiro Marcelo Frigério, era o comandante da seleção de Guiné, e como ele desconfiou dessas supostas jogadoras desde o início, pediu o afastamento das atletas e para que fizessem um exame e no fim foi descoberto que ambos eram homens. A Guiné caiu no grupo do Brasil e acabou perdendo todos os jogos, mas conseguiu marcar pelo menos dois gols. O Brasil acabou eliminado nas quartas de finais pelo Estados Unidos, nos pênaltis. As americanas chegaram na final, porém perderam para a ótima seleção japonesa, da melhor jogadora e artilheira da competição, Homare Sawa, que foi eleita a melhor do mundo no mesmo ano.
copa do mundo de futebol feminino

Copa do Mundo 2015: Canadá

Em 2015 a copa do mundo voltou para a américa do norte, dessa vez no Canadá. E pela primeira vez foi com 24 equipes, contou com a tecnologia do chip na bola que avisava quando era gol e não era e foi a primeira copa com gramado artificial. Nossa seleção não foi tão bem, mesmo ganhando todos os jogos na fase grupos, acabou eliminada pela Austrália nas oitavas de finais. A final foi a mesma de 2011, entre Japão e Estado Unidos, dessa vez não deu para as japonesas, as americanas venceram por 5 a 2, Carli Lloyd marcou três gols na final e foi artilheira junto com a alemã Célia Šašić. Esse foi o terceiro título dos Estados Unidos.
copa do mundo de futebol feminino

Copa do Mundo 2019: França

A última copa do mundo, foi realizada na França e foi a copa do sucesso. Foi a copa feminina com mais audiência e visibilidade da história e também foi a copa dos recordes. Com os 13 a 0 dos Estados Unidos contra a Tailândia, foi a maior goleada da história das copas do mundo feminina, além disso teve o recorde da maior artilheira das copas e foi a Marta. Com dois gols na copa, Marta chegou aos 17 gols e se tornou a maior artilheira da história das copas do mundo feminina. Mas infelizmente esse foi o único motivo que tivemos para comemorar, a seleção acabou sendo eliminada pela França nas oitavas perdendo por 2 a 1. Quem teve motivos de sobra pra comemorar foi os Estados Unidos, além do recorde da goleada sobre a Tailândia, se tornou a seleção com maior títulos da copa do mundo, com 4 títulos. Com os destaques de Rapinoe e Alex Morgan, venceram a Holanda por 2 a 0.
copa do mundo de futebol feminino

Copa do Mundo 2023: Austrália e Nova Zelândia

Em 2023 a nona copa do mundo vai ser sediada na oceania, Austrália e Nova Zelândia foram os países escolhidos e vai ser a primeira copa feminina com 32 equipes. Outra grande notícia é sobre a premiação, que vai dobrar. Na copa de 2019 o prêmio foi de US$30 Milhões para ser dividido entre todas as seleções. Ainda é pouco comparado a copa do mundo masculina, porém já um passo importante, pois a anos atrás nem premiação tinha.
copa do mundo de futebol feminino
Pra você, qual foi a copa do mundo mais marcante?
Douglas Inácio
Douglas Inácio
Douglas Inácio é empreendedor / infoprodutor paulistano, formado em Publicidade e Propaganda Pela Universidade São Judas Tadeu. Consultor de marketing com mais de 8 anos de experiência. Palestrante. Autor do Livro Youtube Para Música e criador dos cursos Marketing Sertanejo e Youtube para música. Já participou da fundação de diversas empresas de sucesso e atualmente se divide entre suas 2 empresas, uma em São Paulo (Produtora Quality) e uma no Ceará (Gráfica Fortaleza) é também empresário do cantor Marcello Vox. Sua paixão é compartilhar conhecimento na internet nos temas de desenvolvimento pessoal, marketing e empreendedorismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *