História da Seleção Brasileira de Futebol Feminino

História da Seleção Brasileira de Futebol Feminino

Vamos contar a história da seleção brasileira feminina, que é mais do que lembrar gols, vitórias, derrotas, lances marcantes e seus personagens. É falar sobre resistência, descaso e barreiras quebradas. É lembrar períodos de proibição, preconceito e amadorismo. É impossível contar essa história sem falar da maior de todos os tempos, da única jogadora eleita seis vezes a melhor do mundo: a Rainha Marta. A Seleção Brasileira de Futebol Feminino disputou sua primeira partida em 1986, quando enfrentou os Estados Unidos em um amistoso internacional e foi derrotada por 2 a 1. Até hoje participou de todas as edições da Copa do Mundo Feminina e do Torneio de Futebol dos Jogos Olímpicos. Além disso, disputou amistosos internacionais e outras competições, como os Jogos Pan-Americanos, o Campeonato Sul-Americano de Futebol Feminino.

O fim da lei que proibia o futebol feminino

Apenas em 1983, a modalidade foi regulamentada. Com isso, foi permitido que se pudesse competir, criar calendários, utilizar estádios, ensinar nas escolas. Clubes como o Radar e Saad surgiram como pioneiros no profissionalismo. Eram alguns dos times competitivos da época. Esse foi o início da história da seleção brasileira feminina.
História da Seleção Brasileira Feminina

Primeiro torneio entre seleções 

Em 1988, a Fifa realizou, na China, um Mundial de caráter experimental. Em inglês, foi chamado de Women’s Invitational Tournament. A seleção montada para a competição tinha como bases, o Radar, do Rio de Janeiro, e o Juventus, de São Paulo, um dos times mais fortes do futebol feminino do Brasil naquele momento. Não houve nenhuma confecção especial de roupas para as jogadoras. Viajaram para o Mundial com as sobras das roupas dos homens. Foi um torneio que contou com 12 seleções. A Dinamarca ganhou de título de campeã e o Brasil ficou em terceiro lugar.
História da Seleção Brasileira Feminina
 

O primeiro título

O Campeonato Sul-Americano de Futebol Feminino de 1991 foi realizado em Maringá. Foi a primeira edição do torneio, que serviu como qualificatória da Conmebol para a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 1991. A seleção brasileira com uma vitória e um empate, conquistou o título e a classificação e teve Adri como artilheira com 4 gols. Apenas três seleções participaram do torneio, Chile, Venezuela e Brasil. Foi o primeiro título da história da seleção brasileira feminina.

Primeira copa 

Após o evento teste na China, a FIFA decidiu realizar na própria China a primeira Copa do Mundo de Futebol Feminino da história. Com o mesmo número de participantes do evento teste, com 12 equipes separadas em três  grupos, a seleção Americana se tornou campeã. Infelizmente, nossa seleção não teve um bom desempenho e foi eliminada na fase de grupos. Porém foi um marco histórico na história da seleção brasileira feminina.

Bi-Campeã da Copa América

O segundo torneio do Campeonato Sul-Americano de Futebol Feminino, torneio qualificatório da Conmebol para a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 1995. Realizado em Uberlândia, o Brasil foi campeão do torneio após ganhar da Argentina na Final pelo placar de 2 a 0, diante de uma grande torcida da cidade organizadora. Este foi o último torneio a ter a participação de apenas 5 seleções da Conmebol. Na copa do mesmo ano, o Brasil não foi tão bem, foram eliminadas ainda na primeira fase.
História da Seleção Brasileira Feminina

Segunda Copa do Mundo

Disputada na Suécia, a seleção brasileira não teve um bom desempenho na copa do mundo. Acabou sendo eliminada na fase de grupos e a Noruega foi a campeã.

Primeira Olimpíadas 

Os Jogos de Atlanta marcaram a estreia do futebol feminino em Olimpíadas. A seleção brasileira, repleta de veteranas da geração anterior, terminou na quarta colocação, ficando muito perto do pódio. Com Meg, Marisa, Fanta, Suzy, Sissi, Pretinha, Roseli e outras, a equipe deixou a medalha escapar na disputa pelo bronze diante da Noruega. Perderam por 2 a 0.
História da Seleção Brasileira Feminina

Tri-Campeã da Copa América

Em 1998 na Argentina e em mais torneio classificatório para a copa, a seleção conquistou o tricampeonato da copa américa, com duas goleadas incríveis sobre o Peru por 15 a 0 e contra a Colômbia por 12 a 1.
História da Seleção Brasileira Feminina

Primeira medalha na Copa

Em 1999 tivemos a segunda edição da copa do mundo, nos Estados Unidos. Mesmo o futebol feminino sendo tratado com muito amadorismo, as meninas se superaram. No grupo com Alemanha, Itália e México, a seleção brasileira terminou em primeiro lugar, sendo que no primeiro jogo venceu o México por 7 a 1.
História da Seleção Brasileira Feminina
Nas quartas de finais contra a Nigéria, Sissi marcou um gol antológico na história da seleção brasileira feminina e da copa do mundo também, o qual é lembrado até hoje. Porém nas semis as donas da casa eliminou o Brasil e ficou para a disputa do terceiro lugar contra a Noruega a qual vencemos nos pênaltis e tivemos a primeira conquista de medalha das meninas. Além da medalha, Sissi foi a artilheira da copa com 7 gols.

Tetracampeã da Copa América

Dessa vez o torneio sendo disputado no Peru, ganhamos de nossas hermanas na final e conquistamos o tetra.
História da Seleção Brasileira Feminina

O início da geração Marta

A copa de 2003 nos Estados Unidos, teve a estreia da melhor jogadora de todos os tempos. Marta deu início a sua trajetória na seleção, ainda jovem já chamava muita atenção de todos. Com sua canhota e habilidade, já despontava como uma grande estrela no futebol e mesmo garota, marcou 3 gols na competição. Além da Marta, Cristiane fez sua estreia também. A seleção de Paulo Gonçalves, tinha um clima bem péssimo e não foi tão bem quanto na edição anterior, foi eliminada pela Suécia nas quartas de finais.
História da Seleção Brasileira Feminina

Primeira medalha Olímpica

Em 2004, nas Olimpíadas de Atenas, foi o início da geração mais vitoriosa do futebol feminino. Com Marta, Pretinha, Formiga e Cristiane, tivemos uma campanha fantástica nas Olimpíadas, chegando até a final e acabou perdendo para os Estados Unidos.
História da Seleção Brasileira Feminina

2007: Um ano mágico da Seleção Feminina

A seleção teve um ano incrível, com uma campanha sensacional no Pan-Americano no Rio, com total apoio da torcida, chegamos até a final e veio a conquista do ouro contra nosso algoz, vencemos as americanas por 5 a 0. Em setembro, na China, o Brasil ficou com a segunda colocação na Copa do Mundo feminina, perdendo para a Alemanha na decisão. No torneio, Marta fez aquele que considera seu gol mais bonito. E no final do ano, Marta conquistou o segundo título de melhor do mundo.
História da Seleção Brasileira Feminina

Mais uma medalha nas Olimpíadas 

Em Pequim, nas olimpíadas de 2008, lideramos o grupo que tinha a Alemanha, Coréia do Norte e Nigéria. Na fase de mata mata pegamos grandes seleções do futebol feminino, Noruega e Alemanha, na qual vencemos por 4 a 1 na semifinal. E na final encontramos elas novamente, Estados Unidos e mesmo jogando melhor, perdemos a final novamente para elas. Cristiane foi a artilheira da competição com 5 gols. E no final do ano, Marta foi a melhor do mundo pela terceira vez seguida.
História da Seleção Brasileira Feminina

Hegemonia de Marta e mais uma conquista da Copa América

Dessa vez a copa américa disputada no Equador, teve todas as seleções filiadas à CONMEBOL participando do torneio. A seleção brasileira feminina conquistou mais um título, dessa vez contra o Chile.
História da Seleção Brasileira Feminina
No ano que antecipou o torneio e no ano do torneio, Marta conquistou mais dois títulos de melhor jogadora do mundo, chegando a incríveis 5 títulos seguidos.
História da Seleção Brasileira Feminina

Copa do mundo na Alemanha

Com mais uma campanha impecável na fase de grupos, as meninas ganharam todos os jogos. Contra Austrália, Noruega e Guiné Equatorial, porém encontramos as americanas novamente e acabamos eliminadas nos pênaltis. Japão foi o vencedor do torneio naquele ano.
História da Seleção Brasileira Feminina

Olimpíadas de Londres

Em 2012 as meninas chegaram favoritas na disputa pelo ouro. Com o segundo lugar na fase de grupos, o Brasil enfrentou nas quartas o Japão, as atuais campeãs mundiais e infelizmente mais uma vez não deu para as meninas.
História da Seleção Brasileira Feminina

Hexa da Copa América

Em mais um disputa no Equador em 2014, veio mais um título da copa américa para as meninas. Com direito a goleada por 6 a 0 contra a Argentina, conquistamos o hexa e tivemos Cristiane como artilheira da competição.
História da Seleção Brasileira Feminina

Título do Pan

Em 2015, ano de Copa do Mundo feminina. A seleção feminina segue sua preparação à disputa no Canadá. Após uma primeira fase de alto desempenho, o Brasil caiu logo nas oitavas em jogo diante da Austrália. O troféu ficou com os Estados Unidos em vitória diante do Japão. Em razão da conquista, Carli Lloyd foi eleita a melhor do mundo na temporada – ela terminou como maior goleadora ao lado de Célia Sasic, da Alemanha, ambas com seis gols. Logo após a copa, veio o título do Pan, também no Canadá.
História da Seleção Brasileira Feminina

Olimpíadas no Brasil

Nove anos após o Pan no Brasil, a seleção feminina voltou a jogar em casa com estádio lotado e com o apoio da torcida. Depois de uma primeiras fase maravilhosa, a seleção não conseguiu chegar ao pódio. Com derrotas para Suécia e Canadá, infelizmente não tivemos as meninas no pódio.
História da Seleção Brasileira Feminina
Após isso, o técnico Vadão foi demitido e Emily foi contratada, sendo a primeira técnica mulher da seleção.

Mais uma vez Marta

Em 2018 após uma ótima temporada no Orlando Pride, Marta conquista mais um título de melhor do mundo. O sexto de sua carreira.
História da Seleção Brasileira Feminina

Hepta da Copa América

Disputada no Chile, em 2018. O Brasil venceu todas as partidas do torneio, sendo duas delas por goleada, uma por 8 a 0 no Equador e outra por 7 a 0 contra a Bolívia. Na final venceu a Colômbia por 3 a 0 e conquistou o Hepta da Copa América.
História da Seleção Brasileira Feminina

Copa da França

A copa de 2019 na França, foi a copa da mudança. A Copa feminina com mais audiência na história. Com Marta e companhia, as meninas caíram em um grupo difícil, contra Jamaica, Itália e Austrália. Com uma campanha impecável na fase de grupos e vencendo todos os jogos, encontraram as anfitriãs, em um jogo duro onde ambas equipes tiveram oportunidades de saírem vencedoras, infelizmente as vencedoras não foram nossa seleção e acabou perdendo por 2 a 1 para a França nas oitavas de finais. A seleção vencedora foi a maior campeã das copas, Estados Unidos venceu a Holanda na final por 2 a 0 e conquistou o tetracampeonato do mundial.
História da Seleção Brasileira Feminina
A história da seleção brasileira feminina é muito rica e vai se tornar cada vez mais. Com a profissionalização do futebol feminino, os principais clubes dando estrutura e suporte para as meninas, a tendência é que a evolução venha cada vez mais, e que desperte o interesse de muitas meninas talentosas que temos no Brasil. Qual momento da seleção que mais te marcou? Conte pra gente.
Douglas Inácio
Douglas Inácio
Douglas Inácio é empreendedor / infoprodutor paulistano, formado em Publicidade e Propaganda Pela Universidade São Judas Tadeu. Consultor de marketing com mais de 8 anos de experiência. Palestrante. Autor do Livro Youtube Para Música e criador dos cursos Marketing Sertanejo e Youtube para música. Já participou da fundação de diversas empresas de sucesso e atualmente se divide entre suas 2 empresas, uma em São Paulo (Produtora Quality) e uma no Ceará (Gráfica Fortaleza) é também empresário do cantor Marcello Vox. Sua paixão é compartilhar conhecimento na internet nos temas de desenvolvimento pessoal, marketing e empreendedorismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *