Maiores Jogadoras do Futebol Nacional

Maiores Jogadoras do Futebol Nacional

O Brasil sempre se destaca no futebol, não importa a modalidade. Seja futsal, futebol de areia, futebol feminino… o Brasil sempre terá destaque no mundo do futebol, isso é fato. Hoje, vamos trazer alguns destaques individuais de futebol feminino nacional, as maiores jogadoras das história. Aqui, temos grandes jogadoras que fizeram e estão fazendo história no nosso futebol e no mundo.

Segue a lista das maiores jogadoras da história do futebol nacional:

Sissi

as maiores jogadoras do futebol nacional
Sissileide Lima do Amor, que atende pelo apelido de Sissi, é uma ex-jogadora de futebol feminino que defendeu a Seleção Brasileira. Em 2011, aos 44 anos, atuava como treinadora da equipe do Junior College, nos Estados Unidos, e entrava em campo em uma liga amadora. Natural de Esplanada, Bahia, Sissi nasceu no dia dois de junho de 1967 e começou jogando futebol na rua, no meio dos garotos, onde desenvolveu sua técnica. Com apenas 14 anos, a meio-campista deixou sua casa para ir morar em um alojamento, onde começou a treinar e virou profissional. Apareceu pela primeira vez nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, levando uma boa equipe, mas, ainda desconhecida, para a semifinal, ficando com a quarta colocação. Na Copa do Mundo Feminina de 1999, realizada nos Estados Unidos, a jogadora comandou a seleção, que terminou a competição em terceiro lugar e ainda conquistou a chuteira de ouro, como artilheira do torneio. A meio-campista muito habilidosa, ainda participou da campanha dos Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000. Imortalizada pelos belos lances e conquistas, Sissi se tornou inspiração para garotas como Marta e Cristiane, que, posteriormente, defenderam a Seleção Brasileira feminina. Sissi é uma das maiores jogadoras do futebol nacional.

Marta

as maiores jogadoras do futebol nacional
A alagoana de 34 anos, dispensa comentários. O que ela faz em campo é um absurdo e não é à toa que foi eleita, seis vezes, a melhor do mundo, 5 delas consecutivas. Além disso, Marta é a maior artilheira da Copa do Mundo de Futebol Feminino, com 17 gols no total. Desde 2017, atua no Orlando Pride, dos Estados Unidos. Também é muito lembrada na Suécia, onde jogou por 10 anos. Com duas pratas olímpicas (Atenas-2004 e Pequim-2008) e um vice-campeonato mundial em 2007, o principal desafio será o inédito ouro nas Olimpíadas de Tóquio, em 2021.

Formiga

as maiores jogadoras do futebol nacional
Miraildes Maciel Mota é um ícone do futebol mundial. Com seu jeito tímido, Formiga é a única jogadora presente em todas as Olimpíadas, desde que o futebol feminino foi inserido nos Jogos, em 1996. Também é recordista em participações na Copa do Mundo. Dona do meio-campo da seleção do PSG, segue jogando em alto nível e fez jus ao posto de titular no sétimo mundial que disputou. Muito técnica, com preparo físico a ser estudado e uma visão de jogo ampla, tem duas pratas olímpicas, Atenas-2004 e Pequim-2008, e chegou à final do Mundial de 2007.

Cristiane

A centroavante do Santos, é a maior artilheira do futebol em Jogos Olímpicos, na modalidade feminina. A marca de 14 gols foi atingida na edição do Rio-2016. Habilidosa e com muita força física, Cristiane tem uma canhota poderosa e a cabeçada como uma das principais armas do poderio ofensivo. Experiente, passou por 15 clubes e voltou a atuar no Brasil, pelo São Paulo, após jogar os últimos quatro anos no futebol francês e chinês. Pelo clube paulista, foi campeã do Brasileirão A2, garantindo a vaga na elite para 2020, e foi vice-campeã paulista.

Bárbara

as maiores jogadoras do futebol nacional
Aos 30 anos, Bárbara já disputou quatro copas com a seleção. Nas Olimpíadas, ela defendeu o Brasil duas vezes. Em Pequim, a nossa Seleção foi vice-campeã e Bárbara também é sempre lembrada por sua grande atuação nos Jogos do Rio. Na partida contra a Austrália, o empate levou às equipes a uma sofrida prorrogação e aos pênaltis. Marta acabou errando um gol e Bárbara fez uma defesa incrível, que garantiu o lugar do Brasil nas semifinais. Atualmente, Bárbara é a grande estrela do Kindermann, time de Santa Catarina. E mesmo num time de pouquíssima projeção internacional, em 2016, ela foi eleita a quarta melhor goleira do mundo pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS).

Rosana

Convocada pela Seleção Brasileira, pela primeira vez, aos 17 anos, Rosana garantiu sua titularidade nas Olimpíadas de Sidney, Austrália, a primeira disputada pela meia-campista brasileira.  Rosana já atuou, no Brasil, no Santos, São Paulo, Corinthians e Internacional antes de partir para clubes do exterior. Em sua carreira internacional, Rosana acumula em seu currículo passagens por clubes como o austríaco SV Neulengbach e o Sky Blue FC, nos Estados Unidos. Algum tempo depois, voltou ao Brasil e, depois de ter sido um dos principais nomes da Copa do Mundo de 2011, foi recrutada pelo, talvez, melhor time de futebol feminino do mundo, o francês Lyon, onde deixou sua marca ao vencer a Champions League, campeonato europeu de futebol. Rosana anunciou sua aposentadoria no início do 2019, mas, em setembro do mesmo ano, voltou atrás e hoje atua no Palmeiras.

Pretinha

as maiores jogadoras do futebol nacional
Outra atacante lendária da Seleção Brasileira e que atravessou gerações foi Pretinha, Ela esteve nas Copas do Mundo de 1991, 1995, 1999 e 2007, além das Olimpíadas de 1996, 2000, 2004 e 2008. A jogadora só não disputou cinco Mundiais, porque em 2003 sofreu uma grave lesão no joelho e ficou de fora da competição. É uma das maiores jogadoras da história do futebol feminino do Vasco da Gama e jogou ainda no Japão e na Coreia do Sul. Ficou 23 anos com a camisa da Seleção, de 1991 a 2014, sua última convocação. Atualmente, participa de palestras sobre futebol feminino e integra uma equipe na CBF.

Roseli

as maiores jogadoras do futebol nacional
Uma das pioneiras da seleção brasileira e do futebol feminino, Roseli fez parte do início da história do futebol feminino brasileiro. A atacante participou de duas copas pela Seleção Brasileira (1991 e 1995) e de três Olimpíadas, 1992, 1996 e 2000.

Tânia Maranhão

as maiores jogadoras do futebol nacional
Junto com a Formiga, Tânia é uma das jogadoras mais experientes do futebol feminino. Com seus 45 anos, a zagueira esteve em quatro Copas do Mundo, 1995, 1999, 2003 e 2007 e quatro Olimpíadas, 1996, 2000, 2004 e 2008. Jogou por grandes clubes do futebol feminino brasileiro e, ainda atua, defendendo as cores do Foz de Cataratas do Paraná.

Michael Jackson

as maiores jogadoras do futebol nacional
A melhor jogadora do mundo nas décadas de 80 e 90 e uma das pioneiras do futebol feminino, a craque Mariléia dos Santos, mais conhecida como Michael Jackson, disputou as copas de 1991 e 1995 e as Olimpíadas de 1996. Ela foi uma das primeiras jogadoras a abrir as portas para o mercado internacional, lá fora atuo no Torino da Itália. Essas são algumas das maiores jogadoras da história do futebol nacional. Que outras atletas você colocaria nessa lista?
Douglas Inácio
Douglas Inácio
Douglas Inácio é empreendedor / infoprodutor paulistano, formado em Publicidade e Propaganda Pela Universidade São Judas Tadeu. Consultor de marketing com mais de 8 anos de experiência. Palestrante. Autor do Livro Youtube Para Música e criador dos cursos Marketing Sertanejo e Youtube para música. Já participou da fundação de diversas empresas de sucesso e atualmente se divide entre suas 2 empresas, uma em São Paulo (Produtora Quality) e uma no Ceará (Gráfica Fortaleza) é também empresário do cantor Marcello Vox. Sua paixão é compartilhar conhecimento na internet nos temas de desenvolvimento pessoal, marketing e empreendedorismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *